Pesquisar Histórias:

Subscrever...

A Elphaba...

Adoradora de literatura em geral.
Viciada em literatura fantástica e romântica.
Fascinada por outros mundos e uma eterna sonhadora, assim eu sou.

Aviso:
Este Blogue e todos os textos escritos podem conter Spoilers!

Contacto:

Blog Archive

Com tecnologia do Blogger.

O Que Escrevo...

Seguidores

Próximas Opiniões...

Acasos Felizes
Um Mar de Rosas
Euro Pesadelo: Quem Comeu a Classe Média?
Pivot Point
Kafka Para Sobrecarregados
Amores contados
Maligna
A Revolta
A Marca das Runas
Un mundo feliz
Filha da Magia
Frankenstein
As Cinquenta Sombras Livre

Blogues Com Histórias...

sábado, 10 de agosto de 2019
Confesso que não sabia muito bem o que esperar deste livro. Comprei-o há alguns anos e na altura fui conquistada pela capa. Mas ainda bem que o fiz, gostei imenso! 


Apesar de ser uma leitura de época, situada no ano 1900, consegui ambientar-me à escrita da autora (recordem-se que este é só 2.º livro que leio em inglês em muito anos). Dito isto, a história acompanha uma jovem adulta que sente inclinações sufragistas, numa altura em que USA estava ao rubro, com as mulheres a lutarem pelo direito de voto, autonomia e emancipação. 

Cat Winters abordou todas as temáticas com esmero e adicionou algumas imagens no início de cada capitulo, reais da época, que dão consistência e credibilidade ao seu enredo, que por sua vez tem uma vertente sobrenatural – algo que esta leitora adora! 

Desta feita, conhecemos Olivia no dia do seu aniversário, 31 de Outubro, numa apresentação de hipnose – magia e hipnotismo faziam as delicias das elites naquela altura. No decorrer do espetáculo, ela acaba por ter uma experiência de alguma forma transcendente e que acabará por mudar o seu rumo na sociedade e junto do seu pai conservador. 
Como sempre não quero fazer spoiler, mas a sua visão do mundo que a rodeia vai mudar de forma abrupta e, enquanto viramos as páginas, vemos esta jovem transformar-se em mulher e viver diversas aventuras que vão além do que poderia ter imaginado. 

Sou muito curiosa sobre o sufragismo e gostei muito de ver a temática tratada numa  ficção que visa o entretenimento, cujo complemento visual faz a diferença. Igualmente, gostei da protagonista e dos seus pares, do tom sóbrio da narrativa sem que esta deixasse de ser ligeira e  do seu lado um pouco mais “dark”, no que diz respeito ao fantástico mas também no trato social da época. 

Este é, assim, um livro diferente para quem gosta de ficção de época e fantasia, que para mim se torna difícil de comparar. Creio que nunca tinha lido nada parecido o que é, desde já, muito positivo. 


0 comentários :

Redes Sociais